Atas do II ENCONTRO BRASILEIRO DE ECOLINGUÍSTICA

 

O II Encontro Brasileiro de Ecoinguística (II EBE) se deu nas dependências da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás, de 19 a 21 de novembro de 2014, tendo como Comissão Organizadora Elza Kioko N.N. do Couto (UFG), Hildo Honório do Couto (UnB), Ricardo Sena Coutinho (UFG), Ema Marta Dunck-Cintra (SEDUC-MT), Anderson Simão Duarte (UFMT), Genis Frederico Shmaltz (UnB), Zilda Dourado Pinheiro (UFG), Davi Borges da Albuquerque (SES), Gilberto Paulino de Araújo (SEED/DF), Henrique Silva Fernandes (UFG) e Samuel de Sousa Silva (UFG). Foram apresentados 29 trabalhos, entre palestra de abertura, exposição em mesas-redondas e comunicações. Houve ainda a exposição de três posters. O encerramento se deu com algumas palavras de agradecimento de Elza K. K. N. do Couto e Hildo H. do Couto. A seguir, Hildo do Couto informou sobre a coletânea ecolinguística O paradigma ecológico para as ciências da linguagem: ensaios ecolinguísticos clássicos e contemporâneos, organizada por ele, Elza Kioko N. N. do Couto, Gilberto P. de Araújo & Davi B. de Albuquerque. Informou que as negociações para sua publicação estão bastante adiantadas. Informou também que o livro Análise do discurso ecológica (ADE), escrito em coautoria por ele, Elza Kioko do Couto & Lorena O. Borges também já está pronto e à procura de editora para ser publicado. Além disso, está em preparação o livro Linguística ecossistêmica e Análise do discurso ecológica, coletânea organizada por Elza Kioko do Couto, Genis F. S. Neto & Zilda P. Dourado. Esse livro consta basicamente de trabalhos apresentados em um simpósio de ecolinguística que se deu na Cidade de Goiás em agosto de 2014, embora contenha outros textos não apresentados no evento. Hildo informou também que está em estado adiantado de preparação a revista Ecolinguística: Revista brasileira de ecologia e linguagem (ECO-REBEL), que ficará disponível online, mas terá dotos os requisitos exigidos de uma revista científica. O volume 1, número 1 já está quase pronto, devendo estar no ar no início do ano de 2015. Informou ainda sobre as listas de discussão ecolinguística já existentes em português. A primeira é Linguística Ecossistêmica, uma mala direta criada por ele há algum tempo e que tem sido utilizada por para enviar informações ecolinguísticas à comunidade de interessados. O endereço da lista é <Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.>. A segunda é Ecolinguística-Brasil (LEB), criada e moderada por Genis Frederico Schmaltz Neto. Por esta última qualquer membro pode enviar informações, solicitar informações e falar de qualquer assunto de interesse para a comunidade ecolinguística brasileira. O endereço é <Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.>. A inscrição na lista pode ser feita pelo próprio interessado ou mediante um email ao moderador, que é <Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.>. Por fim, foi discutida a realização do III EBE, que deverá ser no início do ano de 2016. Alguns sugestões de local foram a Universidade Estadual da Bahia, de Feira de Santana, a Universidade Federal de Sergipe, em Aracaju, um dos campi da Universidade Estadual de Goiás (UEG), como Pires do Rio, Formosa, Anápolis, Cidade de Goiás, Pirenópolis e Caldas Novas, além da Universidade de Brasília. A questão ficou para ser decidida posteriormente por e-mail.